Busca
Sexta-feira, 29 de agosto de 2014
Home Fundação
Transparência
Graduação
Pós-graduação
Ensino Médio
Processo Seletivo
Biblioteca
Comunicação
Cadastre-seFale conosco
Pós-Graduação
Últimas Notícias
Próximos eventos
Tamanho do texto:
Pequeno
Médio
Grande
Ciências Sociais: Economia-Mundo, Arte e Sociedade
 

      Inscreva-se já!

 

OBJETIVOS:
 
Aprimorar a formação dos sociólogos e profissionais vinculados a áreas correlatas, aprofundando o conhecimento dos dilemas contemporâneos e ampliando a capacidade de discernir e propor alternativas, seja no campo da docência seja no de outras formas da atividade social e política.
 
Analisar as categorias do ser social, as formas da sociabilidade e da individualidade contemporâneas, regidas pelo capital, em sua gênese história e seu devir; apreender as relações da arte com as formas histórico-sociais da sensibilidade e os dramas humanos; resgatar os problemas do homem contemporâneo, visando capturar as formas da subjetividade sob o metabolismo social do capital.
 
PÚBLICO-ALVO
 
Bacharéis e licenciados em Ciências Sociais e outras áreas das Ciências Humanas, profissionais ligados a centros e institutos de pesquisa e aos setores de cultura de órgãos públicos e privados.
 
CONTEÚDO
 
Disciplina: Ontologia do Ser Social I
 
Carga Horária: 30 horas
 
Ementa: Os indivíduos histórico-sociais, como seres autoproducentes, criativos e históricos exteriorizam-se objetivamente em um vínculo permanente de vida individual e vida social, numa história infinita e aberta.No século XX, a ontologia do ser social de G. Lukács, apropriando-se dos lineamentos ontológicos da obra de K. Marx, abriram sendas e ferramentas para se constituir um pensamento de rigor. O curso se propõe a tematização das categorias concretas como formas determinadas da existência social, em seus traços essenciais gerais e abstratos, problematizando no complexo de complexos: a processualidade histórica, a atividade prática sensível e ideal, o trabalho e a reprodução.
 
Disciplina: Ontologia do Ser Social II
 
Carga Horária: 30 horas
 
Ementa: Os indivíduos histórico-sociais, como seres autoproducentes, criativos e históricos exteriorizam-se objetivamente em um vínculo permanente de vida individual e vida social, numa história infinita e aberta.No século XX, a ontologia do ser social de G. Lukács, apropriando-se dos lineamentos ontológicos da obra de K. Marx, abriram sendas e ferramentas para se constituir um pensamento de rigor. O curso se propõe a tematização das categorias concretas como formas determinadas da existência social, em seus traços essenciais gerais e abstratos, problematizando no complexo de complexos: a subjetividade receptiva e proponente, o valor, os nexos intrínsecos entre individualidade e gênero.
 
Disciplina: Indivíduo e Politicidade
 
Carga Horária: 30 horas
 
Ementa: A disciplina trata dos lineamentos da individualidade moderna, em suas formas de existência e modos de apreensão, tal como vão se desenhando desde os albores da sociabilidade regida pelo capital. A cisão entre vida pública e vida privada, o advento do estado e da politicidade plenos e suas repercussões específicas sobre a constituição da individualidade e sua fragmentação; a problemática da vida autêntica e da ética. Ampliação das forças produtivas e as perspectivas da individuação para além do capital e da politicidade.
 
Disciplina: História Social da Arte I
 
Carga Horária: 30 horas
 
Ementa: O curso se propõe a tematizar as obras de arte em suas várias manifestações enfocando as relações delas com as formas histórico-sociais da sensibilidade e os dramas humanos que nascem no complexo das relações sócio-históricas. Partindo da produção estética e artística da Renascença, no âmbito da modernidade, alcança os principais contributos do iluminismo. A partir de categorias estéticas de mimesis, particularidade histórica, subjetividade estética e catarse, entre outras, busca decifrar as obras de arte desse período da produção cultural moderna.
 
Disciplina: História Social da Arte II
 
Carga Horária: 30 horas
 
Ementa: Refletindo sobre as tragédias e comédias artísticas que se nutrem dos dramas oriundos do sócio-metabolismo do capital, o curso objetiva decifrar a natureza social das obras que plasmam os destinos sociais de indivíduos determinados em seus contextos históricos. Expõe em seus contrastes e tensões as principais contribuições historiográficas, centrando-se nas posições estéticas do século dezenove até os patamares da produção lukacsiana e brechtiana, assim como as polêmicas multifacéticas da Escola de Frankfurt.
 
Disciplina: Sociologia e Filosofia da Arte I
 
Carga Horária: 30 horas
 
Ementa: Esta disciplina se propõe a abordar as diversas manifestações teóricas a respeito da arte desenvolvidas durante o Renascimento e o Iluminismo, particularmente as relações entre arte e verdade, arte e humanização; a categoria de mímesis; o nascimento da estética moderna; os debates entre os iluministas; as estéticas kantiana e hegeliana.
 
Disciplina: Sociologia e Filosofia da Arte II
 
Carga Horária: 30 horas
 
Ementa: Esta disciplina busca estudar as diversas manifestações teóricas a respeito da arte desenvolvidas durante os séculos XIX e XX, particularmente as relações entre arte e verdade, arte e humanização; a categoria de mímesis; a arte em Marx; a estética lukacsiana; as teorias estéticas da Escola de Frankfurt; o anti-humanismo e a recusa do realismo.
 
Disciplina: Crítica Ontológica do Capital
 
Carga Horária: 30 horas
 
Ementa: A disciplina se dispõe a tematizar a explicitação e significado do capital na economia política, sua concepção de homem, fundada no jusnaturalismo e na moral, pelos clássicos pensadores da política (de Hobbes a Hume e Smith) e da economia política (de Petty e Boisguillebert a Smith e Ricardo). A crítica ontológica da economia política por Marx dos textos originários (Cadernos de Paris e Manuscritos Econômico-Filosóficos) até O Capital.
 
Disciplina: Teorias da Globalização
 
Carga Horária: 30 horas
 
Ementa: O curso aborda o caráter expansionista do capital e o processo histórico de mundialização. O desenvolvimento das forças produtivas e a mundialização do capital através da desregulamentações financeiras e comerciais. A incorporação de países emergentes ao mercado mundializado. A inflexão dos países pós-capitalistas às leis do mercado. Aprofundamento da miséria mundial e exclusão humana.

Disciplina: Trabalho e Novas Forças Produtivas
 
Carga Horária: 30 horas
 
Ementa: A disciplina trata do desenvolvimento das forças produtivas e das respectivas alteraçoes nas formas de trabalho; a relação histórica entre técnica e ciência; as forças produtivas contemporâneas: origens e possibilidades; trabalho e rede produtiva na indústria, agricultura e serviços nas sociedades urbanizadas; trabalho produtivo e improdutivo; tempo de trabalho e subjetividade
 
Disciplina: Pensamento Socioeconômico brasileiro
 
Carga Horária: 30 horas
 
Ementa: O debate sobre as formas de objetivação do capitalismo no Brasil: 1) pensamento conservador; 2) as concepções sobre a revolução burguesa: Nelson Werneck Sodré, Caio Prado Júnior, Florestan Fernandes; 3) o debate sobre a dependência: Ruy Mauro Marini, Fernando Henrique Cardoso e Francisco de Oliveira; 4) origem agrária e atraso industrial: a via prussiana: Carlos N. Coutinho; a via colonial e aa incompletude do capital: José Chasin.
 
Disciplina: Metodologia da Pesquisa em Arte e Sociedade
 
Carga Horária: 30 horas
 
Ementa: Discussão de fontes, de métodos e de técnicas de pesquisa envolvidos na relação arte-sociedade; Interdisciplinaridade: questões metodológicas.

Informações complementares
 
Duração do curso: 18 meses
Carga horária total: 360 horas
Dias e horários das aulas: segundas e quartas das 19h às 23h
Profa. Responsável: Profa. Dra Lívia Cristina de Aguiar Cotrim - e-mail - Currículo Lattes
 
Valor da mensalidade:
 
até o 5º dia útil do mês de vencimento
até o final do mês de vencimento
mês seguinte ao mês de vencimento
R$ 426,77
R$ 436,25
R$ 474,18
Investimento total: matrícula + 19 parcelas

A formação de turma dependerá do número mínimo de aprovados (20 alunos)
Obs.: o valor da mensalidade do curso sofre reajuste anual
 
LINHAS DE PESQUISA:
 
- PRODUÇÃO SOCIAL, IDEALIDADE E TRANSFORMAÇÃO.
- ESPAÇO, TRABALHO E CULTURA.
- FILOSOFIA, ESTÉTICA E CRÍTICA SOCIAL

 

Links
Mapa do site
Imprimir página
Indique esta página
Centro Universitário Fundação Santo André. Todos os direitos reservados.
Av. Príncipe de Gales, 821 - Bairro Príncipe de Gales - Santo André - SP - CEP 09060-650 - Telefone: 11 4979-3300
Usina da Criação