Extensão
FSA

Contribuindo para a formação cidadã do aluno, desenvolvendo sua consciência como um indivíduo crítico, participante da vida da comunidade e comprometido em ações voltadas à melhoria da vida da comunidade de acordo com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU:

"O presente é tão grande, não nos afastemos. Não nos afastemos muito, vamos de mãos dadas.”
CArlos Drummond de Andrade
Mãos Dadas, 1940

APRESENTAÇÃO

Com a regulamentação do registro e inclusão das atividades de extensão em nossa instituição, pela Resolução CONSUN 056/2019, a partir de 2020 foram implantadas as ações de extensão, dentro da disciplina Ação Curricular de Extensão – ACEx, ou de outras disciplinas, de acordo com a matriz curricular específica. Essas ações podem envolver a participação do aluno em programas e projetos de extensão, prioritariamente em áreas de pertinência social, na organização e oferta de cursos de extensão, na organização e execução de eventos, em trabalhos de conclusão de curso com finalidade social, em atividades de extensão em instituições conveniadas. O trabalho de extensão deve priorizar os alunos do Ensino Médio e estar alinhado aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, sendo sistematizado de acordo com as seguintes áreas temáticas: Comunicação; Cultura; Direitos Humanos e Justiça; Educação; Meio Ambiente; Saúde; Tecnologia e Produção; Trabalho. Acreditamos que as atividades de extensão irão transformar o perfil do egresso de nossa instituição, assim como irão ampliar a prática docente, no enfrentamento dos problemas sociais, promovendo a autonomia, a ética, a solidariedade, a formação cidadã e humanista, enfim, contribuindo para a formação integral do nosso aluno e para a concretização da nossa RAZÃO DE SER: “Formar profissionais que reflitam sobre seu papel na sociedade e sejam agentes de transformação”.

Profa. Dra. Marcia Zorello Laporta
Coordenadora Geral de Extensão

SAPEX

Informações relevantes e pôsteres virtuais sobre os trabalhos de extensão apresentados no XIII Simpósio de Pesquisa e Extensão do Centro Universitário Fundação Santo André.

PROJETOS DE EXTENSÃO 2021

COORDENADOR: PROF. CELSO RAMOS DE OLIVEIRA

PSICOLOGIA 1º SEM B

ODS 03 – Saúde e bem-estar

Nomes: 
+ CLENIRA TEREZINHA ROSA MARINHO
+ CRISTIANE MARIA SANTANA
+ DÉBORA BARUZZI BRANDÃO
+ SIMONE REGINA ANDRIOTTI

Proposta:
Este projeto visa mapear a saúde emocional atual dos moradores da Vila de Paranapiacaba por meio de pesquisa aos profissionais de saúde e questionário aos moradores. Além disso identificar a infraestrutura de saúde existente e investigar como é o funcionamento desta infraestrutura de saúde. Foi feito um levantamento de informações detalhadas sobre a saúde emocional dos moradores do Subdistrito de Paranapiacaba através de entrevistas em campo com as Agentes Comunitárias da USF – Unidade de Saúde Familiar / PA – Pronto Atendimento da Vila, e pesquisa realizada com a participação de 47 pessoas. A entrevista foi realizada por meio de um questionário on-line no Google Forms, com 20 questões de múltipla escolha e 2 dissertativas. Constatamos com esta Pesquisa que a saúde emocional das pessoas, que já viviam de uma forma isolada, foi agravada pela pandemia, principalmente por não terem acesso a um acompanhamento psicológico para um suporte psicossocial.

ODS 03 – Saúde e bem-estar
ODS 04 – Educação de qualidade    

Nomes: 
+ FABIANO TORRES LEAL
+ GLÁUCIA SENA DE CERQUEIRA
+ LUIZ GUSTAVO MARÇANO AFFONSO
+ MAISA ARRAEZ DE SOUZA ESTEVEM
+ THAINÁ ASPERTI TANCINI

Proposta:
O principal objetivo do trabalho, é buscar dados estatísticos sobre a gravidez na adolescência na Vila de Paranapiacaba e compreender as suas causas. Através da compreensão do conhecimento da população diante dos métodos contraceptivos, do nível educacional da sociedade, da análise da condição socioeconômica da população e da sua estrutura familiar. Segundo dados do IBGE a gravidez na adolescência no Brasil diminuiu nos últimos anos, mas o país está ainda no ranking da média latino-americana. Os dados também mostram que a maioria destas adolescentes São de regiões menos favorecidas, negras e baixa escolaridade. O médico Dráuzio Varela defende a ideia de que todas as mulheres independentes da classe social que ocupam, deveriam ter a liberdade reprodutiva que consiste a receber atendimentos ginecológicos e orientação sexual e ter o poder de escolha sobre o seu corpo. Esta questão complexa nos leva a refletir sobre a responsabilidade das escolas e órgãos públicos na divulgação e o incentivo à educação sexual de qualidade e contínua. Foi elaborada uma pesquisa de campo por meio de um questionário do Google Forms com questões que tangem o assunto de gravidez precoce, disponibilizado para a população alvo através de grupos do Facebook e contato com a diretora da Escola Estadual de Paranapiacaba. Com os resultados obtidos, foi executado o produto da Ação de Extensão, em formato de Pôster.

Link:
https://drive.google.com/file/d/1hafIOZGMy61jzazHgdmDHhAOET_j8nYd/view?usp=sharing

COORDENADORA: PROFA. DRA. PÂMELA PITÁGORAS FREITAS LIMA

Psicologia – 1 SEM A

ODS 03 – Saúde e bem-estar

Nomes: 
+ MAIRA DIAS MARIN MAEDA
+ SANDRA REGINA ROCHA

Proposta:
Esta investigação teve como objetivo geral perceber de que forma a presença de animais de estimação pode influenciar e contribuir na saúde mental das pessoas no período de isolamento social na pandemia do Covid19. Através da aplicação de questionário on-line, foi possível coletar o perfil dos participantes, as percepções que eles possuem sobre a influência dos animais de estimação em sua vida, os possíveis benefícios, os aspectos negativos e os sentimentos envolvidos nessa relação. Participaram deste questionário 139 pessoas, a maioria dos participantes (58,3%) com idades entre 31 e 59 anos; 85,6% de todos os participantes são proprietários de animais de estimação sendo os mais comuns os cães e os gatos. A partir dos resultados, foram elaborados um artigo e um vídeo, para divulgação à comunidade.

Link do artigo:
https://drive.google.com/file/d/1cCvXqNY5In4q_GBRysAvIFjaeZPTVULJ/view?usp=sharing

Link Vídeo:
https://youtu.be/JXej44q9_RQ

ODS 03 – Saúde e bem-estar

Nomes: 
+ HENRICO ROCHA GONÇALVES
+ MATHEUS L. G. P. DOS SANTOS
+ BEATRIZ COLIATH
+ PABLO ARCÂNGELO ROSA

Proposta:
O trabalho buscou pesquisar a respeito da doença psicológica mais comum do século XXI, a depressão, ao longo da história, desde sua descoberta até sua crescente taxa de vítimas ao redor do mundo. Para essa realização, foram aplicados, via google forms, um questionário fechado com 67 jovens e adultos (de ambos os sexos, acima de 18 anos). Nessa pesquisa exploratória, foi possível identificar que os participantes demonstravam conhecimento sobre a doença, seja por já ter identificado alguma das suas sintomatologias ou de ter convivido com alguém com diagnóstico das síndromes depressivas. Foi possível verificar a depressão ainda é uma doença importante na humanidade, principalmente nos tempos modernos e contemporâneos. Foi criada uma página para divulgação das informações sobre a depressão nas redes sociais.

Link da página:
https://matheusguerdao.wixsite.com/cidepressao

ODS 03 – Saúde e bem-estar

Nomes: 
+ DANIELA ULI ANTONIASSI

Proposta:
Trata-se de pesquisa composta de revisão bibliográfica e pesquisa de campo qualitativa, a respeito da prática de psicoterapia on-line no Brasil, tendo em vista sua grande expansão nos tempos presentes, impulsionada pelo incremento de tecnologias de comunicação remota e pela pandemia de COVID-19. Propõe-se, como ação de extensão universitária resultante da pesquisa, a elaboração de folder com informações sobre psicoterapia on-line, dirigido ao público leigo. Como estratégia de difusão, o folder será disponibilizado a discentes e docentes do curso de Psicologia da Fundação Santo André, que, respectivamente, façam ou supervisionem estágios regulamentares, especialmente na Clínica-Escola da universidade. Para a divulgação das informações foi criada o folder digital, O que é Psicoterapia, informativa, a ser distribuído na Clínica-Escola.

Link do folder:
https://drive.google.com/file/d/10ZBIbdzUkRDw54Jdt_TkgWLIsvrow2E3/view?usp=sharing

ODS 03 – Saúde e bem-estar

Nomes: 
+ EDSON GONÇALVES FERREIRA
+ KARINA MIEZA ZANOTO
+ NATHALY TERRA MENDES
+ ROSILANE CRISTINA DO NASCIMENTO

Proposta:
Esse projeto tem como objetivo conhecer as dificuldades vivenciadas pelo cuidador informal e suas habilidades de enfrentamento no cotidiano de cuidar do idoso com doença de Alzheimer. A escolha do tema foi devido as nossas vivencias e também pela questão do Alzheimer estar cada vez mais presente nos dias de hoje, com intuito de amenizar as mudanças ocorridas no ambiente familiar. O trabalho entrevistou cuidadores não formais (familiares) de idosos com diagnóstico de Alzheimer e, através desses relatos, pode produzir um guia de orientação para demais famílias com necessidades de suporte e orientação aos cuidados dos seus entes queridos acometidos pela doença. Para divulgação das informações, foi elaborada a cartilha informativa, Cuidando do cuidador, destinada aos familiares para ser distribuída e disponibilizada on-line.

Link da cartilha:
https://drive.google.com/file/d/1X2elokJPGpbQpy2kFwcJ50bo5eyp50xi/view?usp=sharing

ODS 03 – Saúde e bem-estar

Nomes: 
+ CAROLINA APARECIDA FERREIRA OMENA
+ EVELYN DILL
+ ESTER KOZOWSKI DA SILVA
+ GABRIEL FURLANETO SARACENI
+ IZABELLA SAYEMI CARMELLO
+ MARIA FERNANDA DA SILVA
+ RAYANE FAGAN
+ ANA LÚCIA AURELIANO

Proposta:
Esse trabalho buscou conhecer, através de um relato de experiência de um profissional de Psicologia, como foi o suporte dado à população na tragédia de Brumadinho (MG). O trabalho buscou identificar como os profissionais da área da psicologia que atuam com emergências e desastres, através do relato de uma profissional, percebemos que a intervenção teve como principal base a atuação imparcial, ou seja, neutra, no entanto na prática, ao observarmos essa calamidade toda, é difícil separar o emocional da neutralidade. Ao analisarmos isso, é evidente que os atendimentos foram feitos de maneira coerente, porém os profissionais, após saírem dos atendimentos, demostraram estar muito abalados diante de tamanha catástrofe, onde se sabe que os efeitos diante desse tipo de tragédia são devastadores, e não serão resolvidos em dias, mas talvez em anos. Foi elaborado um vídeo com as informações, para a divulgação à comunidade.

Link Vídeo:
https://drive.google.com/file/d/1QxMX0kdNCbW-XClYHOhZ-JP5e3FWKVMF/view?usp=sharing

ODS 03 – Saúde e bem-estar

Nomes: 
+ LUANA BARBOSA DINIZ
+ NATHALY MICHELE JACYNTHO
+ PEDRO HENRIQUE OLIVEIRA DA SILVA PRATES
+ RAYSSA GARCEZ SENA SILVA
+ RENAN ARAÚJO SILVA
+ TAIZA QUERINA GUEDES DA SILVA
+ THASSIANE PASSO DA CRUZ

Proposta:
O objetivo deste trabalho foi o de identificar as dificuldades relatadas por profissionais autônomos na pandemia do COVID 19. Por meio da realização de entrevistas semiestruturada com perguntas elaboradas pelos estudantes, percebeu-se que os entrevistados apresentaram grande dificuldade em manter e reinventar seus investimentos de trabalho a fim de recuperar os prejuízos causados pela pandemia e elevação dos preços, a maior parte deles conseguiu manter as vendas e negócios mesmo com queda de clientela, além da falta de auxílio financeiro, como o auxílio emergencial e tendo que usar de outros recursos para manter a sobrevivência do negócio e do sustento da família, como a necessidade de oferecer seus serviços de maneira virtual para abranger uma maior área de pessoas, de forma a realizar vendas via web, delivery, divulgações por redes sociais, assim como a disponibilidade e utilização de bancos e pagamentos virtuais. Nesse trabalho, foi importante dar espaço para os trabalhadores autônomos serem ouvidos e apresentarem indicativos de cuidados em saúde mental a essa categoria da força de trabalho do país. Os resultados estão divulgados na página específica, criada no Instagram.

Link da página no Instagram:
https://www.instagram.com/acex.autonomos_fsa/

ODS 03 – Saúde e bem-estar
ODS 04 – Educação de qualidade

Nomes: 
+ KÁTIA LOS ANGELES NUNES BEZERRA
+ MAGALI APARECIDA DE CARVALHO ROSA
+ STEPHANY NAZEN DEL NERO DA SILVA

Proposta:
Foi realizada uma pesquisa exploratória através de entrevista semiestruturada com 11 professores de ambos os sexos que atuam em diversas disciplinas e em várias redes de ensino para investigar o sofrimento psicológico destes profissionais. Analisamos através desta pesquisa que os professores entrevistados apresentam algum tipo de estresse e elaboramos um projeto de intervenção através das redes sociais visando prevenir e ou diminuir o nível de estresse deste profissional bem como sensibilizar a população sobre esta questão que atinge a todos. As informações estão divulgadas em página específica, criada no Instagram.

Link da página do Instagram:
https://www.instagram.com/psicoo_stress?r=nametag

ODS 03 – Saúde e bem-estar

Nomes: 
+ ANA CAROLINE LAVATELLI ROBLEDO
+ ANNA BEATRIZ SOARES FRANÇA
+ BRUNA MOURA PINTO DE SOUZA
+ GIOVANNA PELIGRINI ELEUTÉRIO
+ GUILHERME ARANTES FAGUNDES
+ HAYDÉE NUNES LOPES MARQUES DA SILVA
+ LUCAS DE SOUZA SANTOS

Proposta:
Foi realizada uma pesquisa exploratória através de entrevista semiestruturada com 11 professores de ambos os sexos que atuam em diversas disciplinas e em várias redes de ensino para investigar o sofrimento psicológico destes profissionais. Analisamos através desta pesquisa que os professores entrevistados apresentam algum tipo de estresse e elaboramos um projeto de intervenção através das redes sociais visando prevenir e ou diminuir o nível de estresse deste profissional bem como sensibilizar a população sobre esta questão que atinge a todos. As informações estão divulgadas em página específica, criada no Instagram.

Link da página do Instagram:
https://www.instagram.com/psicoo_stress?r=nametag

ODS 03 – Saúde e bem-estar

Nomes: 
+ CLARISSA PRATES FERREIRA E SILVA
+ ERIKA PEDROSO GODOY DA SILVA
+ FLÁVIO MENDES ESTEVES
+ LAURA PEREIRA DE SOUZA BASTOS
+ LUCCA GIARDINO SCURACCHIO
+ NARA BÁRBARA DE OLIVEIRA ESTEVES
+ REGIANE DIAS DE AGUIAR

Proposta:
O ano de 2019 trouxe consigo um novo mundo, o mundo da COVID19 – (o Corona Vírus), um vírus que nos devastou enquanto humanos, profissionais e cidadãos. Nos tornou vigilantes e temerosos para o que viria a ocorrer. Não foi diferente com os profissionais da área da saúde, que foram convocados para estar na “linha de frente” (termo que será utilizado ao longo deste trabalho). Devido a necessidade de sanar as dificuldades e obstáculos ocasionados pela crise sanitária, os profissionais foram expostos a exaustivos períodos de trabalho, da mesma forma, necessitaram ficar isolados dos seus familiares e amigos, ocasionando stress, depressão, ansiedade e muitas angústias. Este trabalho realizou entrevistas com vários profissionais da área da saúde, no enfrentamento da pandemia, bem como, as consequências em seu cotidiano, vida social e psíquica. A partir das entrevistas e pesquisas relacionadas aos profissionais de saúde e o enfrentamento da Covid-19, pode-se constatar a importância do amparo psicológico aos profissionais, bem como melhoras em sua jornada de trabalho. Conclui-se que é fundamental que os profissionais de saúde tenham/trabalhem em uma equipe multidisciplinar para que haja amparo por ambas as partes, fazendo com que o trabalho seja atenuado e todos possam encontrar apoio quando necessário, não somente em pandemias, mas também na rotina hospitalar comum, pois estes lidam com vida e morte a todo instante. Os resultados estão divulgados em página específica, criada no Instagram.

Link da página:
https://www.instagram.com/acex_fsa_psicologia/

ODS 03 – Saúde e bem-estar

Nomes: 
+ ITALO NUNES FEITOSA
+ JULIA DOS SANTOS BARBOSA
+ MARIA FERNANDA PONCE BANIN
+ NATÁLIA AMARAL PRILIP

Proposta:
O trabalho visa sensibilizar a população a partir dos meios de comunicação digital sobre a influência das cores na psique humana, buscando entender a associação dela pelo cérebro e como ela se relaciona com as emoções. Para tanto, foi realizado um levantamento teórico para embasar e trazer conhecimento do assunto aos participantes, após sua leitura foi promovido discussões acerca do tema. Assim, criou-se um perfil na rede social Instagram, e ele foi divulgado para amigos e colegas; durante as últimas 8 semanas do trabalho foram elaborados os posts a partir de discussões, procurando promover textos de fácil leitura e compreensão, condizentes com o site e o objetivo de informar; ainda houve pesquisas para escolhas de imagens que conversassem com os temas debatidos. Por fim, o trabalho foi bem-sucedido, com um alcance relativamente baixo devido ao pouco tempo, porém que vem crescendo de 2/3 seguidores por semana.

Link da página:
https://instagram.com/color.mindset?utm_medium=copy_link

PROFA. DRA. CARMEN BEATRIZ TAIPE LAGOS DA COSTA

Ciências Biológicas – 2 SEM B

ODS 04 – Educação de qualidade
ODS 15 – Meio Ambiente

Nomes: 
+ GIOVANNA HANZO
+ GIOVANNA MORETTI TASCA
+ MILENA S. ALEGRINI
+ RAPHAEL L SILVA

Proposta:
A partir da década de 90 o desmatamento da floresta amazônica cresceu exponencialmente, devido as atividades extrativistas e pecuaristas. Tal questão está diretamente ligada à frequência e propagação de queimadas, pois quando a vegetação é desmatada o solo fica propício à queima devido a pouca umidade. A alteração do uso do solo, além de propiciar as queimadas e alterar drasticamente o clima, influencia no aquecimento global e facilita a ocorrência de efeitos oceânico-atmosféricos como o El Niño, afetando gravemente o ciclo hidrológico e o clima levando ao empobrecimento da biodiversidade. As queimadas podem ser ocasionadas tanto por atividade antrópica direta como de forma indireta. O foco dessa estratégia é sobre os efeitos das queimadas na biodiversidade da mata amazônica. O objetivo desse E-book é informar e conscientizar a população sobre as causas e efeitos das queimadas, salientando avisão preventiva e desastres ambientais. Estabelecendo relações entre o conhecimento popular e o conhecimento científico.

Link E-Book:
https://drive.google.com/file/d/1-DJKal5OLxg5xaci50PBkohYdC3BmhkF/view?usp=sharing

COORDENADOR: PROF. CELSO RAMOS DE OLIVEIRA

PSICOLOGIA 1º SEM B

ODS 01 – Erradicação da Pobreza
ODS 10 – Redução das desigualdades

Nomes: 
+ ALINE DANUBIA CINTRA TANAKA
+ GILBERTO CARLOS LOPES ALVIM
+ TAMYRES PAULINO LAZARO
+ TATIANA SILVA DE ALMEIDA SANTANA
+ VITORIA LUIZA MILITÃO

Proposta:
Este projeto terá como campo de estudo a Vila de Paranapiacaba, considerado patrimônio público desde 2002. Sabe-se que o poder público tem a tarefa de estimular, através de políticas específicas, o desenvolvimento econômico e social da região. É comum observar críticas construídas por moradores de regiões “tombadas” frente às dificuldades e ou atrasos no desenvolvimento socioeconômico. Este projeto pretende sair do conhecimento baseado no censo comum para o conhecimento científico resgatando dados e evidencias das ações implementadas que contribuem para erradicar ou pelo menos diminuir a pobreza dos moradores da Vila, assim como, sua eficácia e o nível de percepção da comunidade local. Será utilizado como fonte de dados “censo IBGE” para comparação deste aspecto na área de desenvolvimento, complementando com pesquisa a ser realizada por meio de entrevista através das plataformas digitais disponíveis.

Link:
https://drive.google.com/file/d/1_hnYeF3Hs6EMYxOCPZQytTchDJCDou9b/view?usp=sharing

COORDENADORA: PROFA. PAULA SILVIA DA COSTA LIENDO DE AZEVEDO MARQUES

DIREITO – 7° SEM B

ODS: 10 – Redução das desigualdades;
ODS: 16 – Paz, justiça e instituições eficazes.

Nomes: 
+ ALESSANDRA CARRASCO BENATTI
+ ANA BEATRIZ SANTO SOUZA
+ MAYSA ESTEVES DOS SANTOS
+ ROMULO FERNANDES BEZERRA

Proposta:
Nesse projeto será apresentado todos os pontos e fatores que levam a esse erro judicial, através de pesquisas das mais diversas fontes. Terá como foco demonstrar que em um levantamento é mostrado que 61.7% dos presos no Brasil são negros e pardos, levando em consideração que a população brasileira tem cerca de 53,63% com essas características, segundo o IBOFEN (sistema de informações estatísticas do sistema penitenciário brasileiro, desenvolvido pelo Ministério da Justiça). Diversos casos mostram como a prisão injusta dessa mesma população negra ocorre, seja por reconhecimento por foto, vídeo etc. Um dos maiores fatores que levam as pessoas negras a serem presas injustamente é o estereótipo de bandido, segundo a Advogada Criminalista Dina Alves, coordenadora do Departamento de Justiça e Segurança Pública do IBCCRIM (Instituto Brasileiro de Ciências Criminais), isso ocorre por conta de um “traço profundo do racismo e do autoritarismo”; onde será comprovado que na maioria dos casos, as prisões injustas decorrem de fatores sociais, estruturais etc. Busca-se alcançar, todos os operadores do Direito, através do artigo científico, publicado na revista eletrônica da Faculdade, e toda população, através de uma divulgação de todo conteúdo, em uma linguagem simples, via Instagram, cujo foco principal será Como o racismo estrutural se configura na sociedade e no Poder Judiciário.

Link Instagram:
https://www.instagram.com/vidanegraimporta_fsa/?utm_medium=copy_link

Link do Artigo:
https://drive.google.com/file/d/1KCVSMi1IQQOljocft6USi3PMzBErSikM/view?usp=sharing

ODS: 16 – Paz, justiça e instituições eficazes

Nomes: 
+ LARISSA GAVINELLI DA SILVA
+ NEUSA SOARES SANT”ANNA DE CAMPOS
+ THAIS NASCIMENTO JUSTINO
+ VICTOR GUSTAVO DA SILVA MACEDO

Proposta:
Nesse trabalho trataremos sobre o divórcio litigioso, o qual ocorrerá sempre em que houver discordância entre as partes e não for possível chegar a um consenso, o que leva uma delas a acionar a Justiça, para decretação do divórcio e definição dos demais direitos pertinentes à relação familiar: partilha de bens, pensão alimentícia, guarda e convivência dos filhos, dentre outros. Vale ressaltar que o divórcio litigioso é marcado por brigas e gera uma exposição da intimidade do ex-casal e de seus familiares, resultando em diversas emoções que afetam as relações sociais. O Direito de Família e a psicanálise neste quesito estão conectados. O Direito atuará perante o fato que é a consequência dos atos do ser humano e sua repercussão social. Já a Psicanálise, por sua vez, procura compreender os sentimentos, as emoções humanas, ou seja, ela procura desvendar os impulsos que precedem os atos, pois quer descobrir sua real motivação. O objetivo é trazer maior visibilidade ao tema, o trabalho abordará diversos aspectos do divórcio litigioso, tendo maior atenção aos aspectos emocionais e patrimoniais. Iremos fazer a divulgação através do Instagram para tentar mostrar todos esses aspectos e, principalmente, os dissabores causados pelo litígio. Elaboramos uma cartilha para informações mais aprofundadas no tema apresentado. Nosso público-alvo são os casais, de forma regional, principalmente aqueles com filhos, onde os desgastes emocionais podem ser piores. Para mais informações acesse os links a seguir:

Link Instagram:
https://www.instagram.com/divorciolitigioso/

Link Cartilha:
https://drive.google.com/file/d/1WmZNOnaEWLYw4YuDUcoaHr6UT9-dFZYl/view?usp=sharing

Link do Artigo:
https://drive.google.com/file/d/1JRwTiNxqNg1e2vhLbjco6FaUhZnCdfBz/view?usp=sharing

ODS03 – Saúde e bem-estar
ODS: 16 – Paz, justiça e instituições eficazes

Nomes: 
+ CARLOS MATHEUS MOREIRA RODRIGUES
+ MARIA FERNANDA SILVA FREALDO
+ NICOLE DA SILVA MARTINS
+ WILLIAN SANTOS SOUZA

Proposta:
Esta pesquisa tem por finalidade esclarecer as notícias falsas que são disseminadas sobre as vacinas destacando certas informações sobre a FAKE NEWS E VACINAS COVID-19 e suas consequências por traz de informações desconhecidas vinculadas a sites e redes sociais. Trazendo objetivos concretos da disseminação de notícias falsas levando ao público uma realidade totalmente diferente com averiguações concisas, sendo diretamente afetadas as pessoas vulneráveis e suscetíveis às doenças como: Idosos e pessoas com doenças crônicas. Para tanto serão utilizadas publicações do Ministério da Saúde e artigos científicos, trazendo os respectivos conceitos da Constituição Federal artigo 5º inciso XXXIII, Lei de Imprensa (Lei n.º 5.250, de 09/02/1967), e o Código Penal artigo 287º-A e incisos. Levando em consideração as principais notícias fakes, tais como: As vacinas irão modificar o DNA dos seres humanos; Caixões vazios em valas comuns, entre outros. Atentando-se as fakes news circuladas nas redes sociais passadas por grupos de WhatsApp, Telegram e outras plataformas de troca de mensagens, acarretando certas desconfianças. Desta maneira, expondo formas de como se precaver diante de notícias falsas, como: desconfiar de sites e redes sociais, verificar se o site é reconhecido observando a URL do site e verificar a veracidade da informação utilizando plataformas de checagem de fatos, tais como Comprova, Aos Fatos, Boatos, entre outros. Como forma de atingir o público-alvo, o grupo criou uma cartilha digital onde elucida informações sobre as Fake News e vacinas covid-19 no qual poderá ser acessado pelo link a seguir: https://drive.google.com/file/d/1-9BqCjGN6K58WBEXnMVVW8I5wskkcGjL/view

Link Pôster:
https://drive.google.com/file/d/1JmjZeQhhy_sy3UbcL1iZ3RoUZjHkAnLu/view?usp=sharing

ODS 04– Educação de qualidade
ODS: 16 – Paz, justiça e instituições eficazes

Nomes: 
+ ANNA CAROLINA FERREIRA ROSSI
+ EVELLYN LETÍCIA DE LIMA
+ MATHEUS HENRIQUE GONÇALVES DOS SANTOS
+ PEDRO GUIMARÃES ROMERO

Proposta:
A política educacional preventiva da delinquência infantojuvenil, apresenta como problemática a falta de estruturação básica das famílias na formação dos menores, o tema segue em crescente discussão sem que haja uma melhor solução. Deste modo, a figura do Estado se tornaria o único pilar para a defesa da preservação e da educação do menor, visando seu pleno desenvolvimento para o exercício da cidadania e qualificação para o trabalho, conforme o artigo 205 da Constituição Federal. Porém, muitas vezes, o Estado é passivo no cumprimento de seu papel e, o único meio de “correção” do menor é lhe aplicando uma medida coercitiva para o ato infracional cometido. Sendo assim, o objetivo da pesquisa é demonstrar que não é função somente do Estado ser o pilar do menor, mas sim, um dever com absoluta prioridade da família. A provocação direta dos responsáveis legais pelos menores de idade é realizada por meio de folder, aberto ao público por plataforma online explicando melhor sobre a política educacional preventiva da delinquência infantojuvenil, que se encontra disponibilizado no link:
https://drive.google.com/file/d/1D7KPADM_RNsqBXlwFRSRtZiGtRgR7CWQ/view?usp=sharing

Link Pôster:
https://drive.google.com/file/d/1-w32wcSWnkOb2jTMdP2ykftTJfm_V86x/view?usp=sharing

ODS 03 – Saúde e Bem-Estar
ODS: 16 – Paz, justiça e instituições eficazes

Nomes: 
+ ALMIR CORREIA DE ARAÚJO
+ ARTHUR DIRCEU DA SILVA CARRARA
+ GEORGE JABRA JUNIOR
+ GUILHERME GONÇALVES DE LIMA

Proposta:
O trabalho “Suicídio entre policiais militares” tem como objetivo, expor a triste realidade vivida entre nossos policiais, especificamente, policiais militares, que segundo a Ouvidoria da PM, a cada 10 dias, um policial militar ceifa a própria vida. O propósito deste trabalho é conscientizar sobre esse fato que a cada dia vem aumentando nas instituições policiais e, com isso, incentivar para que os próprios agentes, incluindo seus familiares, busquem identificar possíveis sinais de que sua saúde mental esteja abalada e que a procura por um profissional especialista (dentro ou fora da corporação) é imprescindível para realização de um tratamento e acompanhamento, sendo apresentados no decorrer do trabalho, programas de auxílio a saúde mental oferecidos pela Polícia Militar, como: SISMEN – Sistema de Saúde Mental, composto pela Divisão de Psiquiatria do Centro Médico e pelo CAPS – Centro de Atenção Psicológica e Social. O CAPS disponibiliza atendimento psicológicos e desenvolvem programas com PPAD – Programa de Prevenção de álcool e drogas, PAAPM – Programa de Acompanhamento e Apoio ao Policial Militar e o PPMS – Programa de Prevenção em manifestação suicida. O desenvolvimento desta atividade será feito através de análises de dados e pesquisas já realizadas em âmbito estadual e nacional que versam sobre o assunto e a partir deste ponto foi realizada uma entrevista com os Cadetes Rodrigo Paneghine e Laura Rull, onde foi exposto o tema sobre a ótica do público interno, com o objetivo de encorajar os agentes de segurança pública a procurar ajuda profissional; sendo a entrevista realizada por meio de um questionário disponibilizada através do link: https://drive.google.com/file/d/1P8aoT_zNK-3PyMMenX8NWqr9OlsKBT8D/view

Também disponibilizamos um Folder onde consta alguns sinais de alerta, link:
https://drive.google.com/file/d/1xfGXTpiR2LJeOHosYO9vsWJd3VMD5XwU/view

Link Pôster:
https://drive.google.com/file/d/1LjG5KRGDukKq5iaBgm–TT_8JI1jaOJq/view?usp=sharing

COORDENADORA: PROFA. DRA. PÂMELA PITÁGORAS FREITAS LIMA

Psicologia – 1 SEM A

ODS 04 – Educação de qualidade
ODS 16 – Paz, justiça e instituições eficazes

Nomes: 
+ ALINE SILVA REIS SANTANA
+ ROSEMEIRE FRANÇA DE ASSIS R. PEREIRA
+ THYZARA CALDAS MICHELUCCI

Proposta:
Esta pesquisa de caráter quanti-qualitativo e teve como objetivo investigar o teor de motivação presente nos professores frente a todas as dificuldades enfrentadas em sua trajetória histórica com o acréscimo dos desafios e desalentos da pandemia do Coronavirus, em 2021. Para se chegar a uma reflexão mais apropriada possível, foi descrita na introdução a situação dos docentes no enfrentamento dos impasses da pós-modernidade, o que de certa maneira, compromete bastante a maneira como esses profissionais vem conduzindo seu percurso de ensinar, principalmente se for considerada a aversão à mudança que muitos deles defendem como forma segura e equilibrada de se ensinar. Participaram desse estudo 49 professores atuantes, nas redes pública e privada, dos segmentos da escola básica, a saber: Fundamental Anos Iniciais, Fundamental Anos Finais e Ensino Médio, todos no Estado de São Paulo. Em virtude das restrições impostas pela pandemia, enviamos o questionário google forms a fim de que eles o respondessem virtualmente. O questionário foi composto de 15 perguntas, sendo as primeiras relativas a dos pessoais, um segundo bloco tratou de questões sobre a atuação profissional, e um último bloco investigou a situação motivacional desses profissionais frente ao estado pandêmico. A fim de não se subverter a ética, deixamos a critério do profissional revelar seu nome ou não, por isso, não citaremos aqui nenhum nome ou referência particular a quaisquer professores respondentes, visto que o objetivo desse breve estudo parte de uma situação coletivizada. A amostragem que realizamos é suficiente pois fornece os dados necessários para uma boa reflexão sobre motivação e possibilita proposta de auxílio a esses profissionais a partir de assistência psicológica. Os dados que enriquecem esse estudo foram gerados automaticamente pelo formulário em gráfico pizza, dos quais alguns foram substituídos por colunas a fim de se apresentar melhor visualização e facilitar o entendimento dos leitores. As respostas foram analisadas a partir da porcentagem expressa nos gráficos, com essa leitura realiza-se o desvelamento da atual situação dos professores neste ano de 2021, segundo ano da pandemia do Coronavirus. Foi elaborado um vídeo para divulgação dos resultados à comunidade.

Link Vídeo:
https://drive.google.com/file/d/1LRU0ZVxwHwfasm10-i3m_SVztMKrGtOk/view?usp=sharing

PROFA. DRA. CARMEN BEATRIZ TAIPE LAGOS DA COSTA

Ciências Biológicas – 2 SEM B

ODS 04 – Educação de qualidade

Nomes: 
+ GIULIA LUCHETA
+ KEISY GABRIELLY

Proposta:
Apesar da vasta área de atuação da Biologia forense, muitos professionais e estudantes do Ensino Médio, na procura de uma profissão, desconhecem a abrângencia dessa ciência. O objetivo desse Blog é promover o conhecimento dos graduandos de Biologia e Biólogos recentemente formados, divulgando sobre o campo de atuação dessa área no mercado de trabalho. Através de dados secundários baseados em artigos científicos bem como dados primários, através de um questionário virtual, foi construído um Blog de divulgação nas redes sociais.

Link Blog:
https://giulialucheta.wixsite.com/biologiaforense

COORDENADOR: PROF. CELSO RAMOS DE OLIVEIRA

PSICOLOGIA 1º SEM B

08 – Trabalho decente e crescimento econômico
ODS 12 – Consumo e produção responsáveis

Nomes: 
+ ANDRÉIA VIALE ROBERTO
+ JOICE MARA POSSARLE
+ PATRÍCIA MARIA DA SILVA DE ANDRADE
+ TAMIRES CAETANO PEREIRA

Proposta:
Esse projeto visa criar ferramentas de gestão e inovação para os comerciantes e empreendedores do local com intuito de atrair a atenção de turistas com a nova forma de comercializar seus produtos através de mídias sociais e aumentar a receita. O objetivo foi divulgar o comércio no Instagram e capacitar os comerciantes e empreendedores a gerir o negócio, e foco em inovação de produtos e serviços para que tenham retorno financeiro e atraiam o interesse do público em consumir. Assim foi realizado entrevista de campo com os comerciantes local. Foram coletados dados por meio de questionários virtuais, obtendo informações e conhecimento da vila de Paranapiacaba. Por fim ocorreu a construção da rede social – Instagram com a divulgação do comércio local.

Link:
https://www.instagram.com/tudoemparanapiacaba

08 – Trabalho decente e crescimento econômico
ODS 11 – Cidades e comunidades sustentáveis

Nomes: 
+ JÉSSICA CRISTINA DA SILVA
+ KARINA SANTOS DE SOUSA
+ MÁRCIO MARAIA

Proposta:
O presente projeto propõe entender os impactos psicossociais e socioeconômicos da construção do empreendimento Centro Logístico no local. Propomos expor a visão dos moradores a respeito do projeto, trazendo a pauta para discussão na sociedade de Santo André e na Vila de Paranapiacaba como um todo. Mostrando a opinião dos moradores sejam elas favoráveis ou contra o projeto, conscientizando a população acerca do assunto. Foram analisados os resultados das pesquisas, observamos que, mesmo em cidades tão próximas, que margeiam a Vila, o tema abordado da implantação do Porto Seco, se mostrou desconhecido para a maioria dos respondentes. Foi elaborado um grupo na plataforma facebook, em modo privado, onde estávamos alimentando com resultados de pesquisas, informações compartilhadas de ONGs e notícias divulgando o andamento da questão da construção do Centro Logístico próximo à Vila de Paranapiacaba, seus possíveis impactos socioeconômicos e ambientais .Em paralelo, foi pensada a criação da hashtag #paranapiacabasustentavel, para a abordagem do tema nas redes sociais e assim promover conhecimento e curiosidades sobre a Vila, ampliando a visibilidade e gerando aumento no turismo local.

Link:
https://web.facebook.com/groups/397224328002029

08 – Trabalho decente e crescimento econômico

Nomes: 
+ ENZZO MASSA
+ JULIA ROBERTA MACHADO
+ KIMBERLY BRITO SANTOS
+ TAMARA KELLY DO NASCIMENTO

Proposta:
Analisar como a população da Vila Paranapiacaba lida com o trabalho decente e o crescimento econômico do local; como a população lida com o empreendedorismo social e como são estimulados a montar e ampliar os pequenos negócios; se a população possui algum tipo de cooperativa ou associação e como funciona; quais tipos de fonte de renda são mais encontradas e como auxiliam no crescimento da economia; como a população está lidando com a nova pandemia da Covid-19 e como a mesma está influenciando o trabalho local. Desse modo, seguimos fazendo a entrevista com os comerciantes via Google forms, no qual mandamos algumas perguntas sobre o comércio e como está o enfrentamento, devido ao período da pandemia. E com essas informações, criamos um pôster exibindo os objetivos, métodos, resultados e gráfico no qual mostramos todas nossas pesquisas e análises que foram desenvolvidas. Diante das análises e entrevistas realizadas, foi possível compreender como a Vila Paranapiacaba foi afetada durante a pandemia. A pesquisa constatou que infelizmente, muitas famílias perderam sua principal fonte de renda, e por falta de auxílio dos órgãos responsáveis não receberam o suporte necessário. Após entrevistas e diálogos com moradores, ficou evidente que grande parcela da população trabalhava exclusivamente com o turismo. No geral, podemos concluir que a Vila sofreu forte impacto com a pandemia, e tristemente não recebeu o suporte necessário para passar por esse período difícil

Link:
https://drive.google.com/file/d/1udfD88CTHzqw7QqCQEFaCBdOmN3JEvSL/view?usp=sharing

ODS 10 – Redução das desigualdades
ODS 17 – Parcerias e meios de implementação

Nomes: 
+ BEATRIZ SILVA BATISTA
+ LARYSSA RODRIGUES PEREIRA DOS SANTOS
+ TIAGO FÉLIX PIAS

Proposta:
O Festival do Cambuci surgiu com a Rota gastronômica do Cambuci que promove renda familiar com o turismo e gastronomia. O Cambuci quase foi extinto, mas está sendo preservado e reconhecido pelo aroma cítrico e adocicado e por ser um símbolo preservação da Mata Atlântica e regate a memória regional. O Cambuci   é “Patrimônio Imaterial de Santo André” e está sendo comercializado na culinária e artesanalmente por ser um aliado sustentável e que permite desenvolvimento ecologicamente equilibrado para gera renda da região. Os procedimentos realizados no trabalho, foi desenvolvido questionário para o levantamento de informações sobre o Festival do Cambuci e da região de Paranapiacaba. Também foi criado um Instagram e criação de conteúdo para o perfil.

Link:
https://www.instagram.com/festival_cambuci/

ODS 08 – Trabalho decente e crescimento econômico

Nomes: 
+ ANA CAROLINA LOPES FERNANDES
+ DANIELE DE PAULA
+ GABRIELA MIRANDA DO NASCIMENTO
+ KARINE VAZ SILVA

Proposta:
Esta pesquisa apresenta os indicadores sociais, econômicos e comunitários atuais comparando-os com dados anteriores e indica as dificuldades e as mudanças que ocorreram neste curto período, que se refletem no comportamento da população, na preservação das culturas locais, no desenvolvimento de processos de participação, na introdução e prática de novas formas de inserção social, no engajamento das pessoas no processo, no incentivo à iniciativa e na auto geração de renda e emprego na vila de Paranapiacaba.

Link:
https://www.instagram.com/paranapiacabaeconomia/

Link: cartilha digital: https://www.canva.com/design/DAEgVkf0dxg/iF6FVyDaXZemDZ5OpuvaCA/view?

COORDENADORA: PROFA. DRA. PÂMELA PITÁGORAS FREITAS LIMA

Psicologia – 1 SEM A

ODS 08 – Trabalho decente e crescimento econômico.
ODS 03 – Saúde e Bem-estar

Nomes: 
+ ALEXANDRE SILVA SANTANA
+ HELENA TORRES SANTA ROSA
+ LARISSA LIMA MUCINATO
+ ROSIMEIRE DE SENE PINTOR

Proposta:
O presente trabalho buscou apresentar o processo da elaboração e aplicação de um Sociograma em um grupo de trabalho de uma pizzaria. Tivemos como objetivo conceituar e definir o termo grupo ao longo da história e como esse se forma nas relações trabalhistas e seus impactos mediante a dinâmica grupal. Para a realização desse trabalho, contamos com a participação de 7 trabalhadores de uma pizzaria localizada em São Bernardo do Campo, através de uma entrevista semiestruturada e observação dos participantes. Após o processo da coleta de dados, foi possível observar a presença de estrelas e subestrelas no grupo de forma clara e objetiva, impactando na liderança e motivação dos mesmos e de elementos rejeitados além de elementos que se rejeitaram. Tais dados tornaram possível o aferimento de áreas de competição, centralização de poder e preferências entre eles. Logo, podemos concluir que os dados mostram que há coesão entre o grupo, porém não entre todos. Além disso, fazendo um paralelo entre as análises, apenas dois membros tiveram o maior número de rejeições, não afetando negativamente a funcionalidade do grupo. Outro ponto se diz na liderança, que ficou de forma clara a preferência dos membros pelos seus respectivos líderes. Foi elaborado a cartilha digital Sociograma com informações sobre essa técnica, a ser distribuída nas redes sociais.

Link da cartilha:
https://drive.google.com/file/d/1Y_8YztQ7ciE2C1XfYH_mOBuKPz00-nZZ/view?usp=sharing

COORDENADOR: PROF. CELSO RAMOS DE OLIVEIRA

PSICOLOGIA 1º SEM B

ODS 06 – Água limpa e saneamento

Nomes: 
+ ALYSSON LIMA DOS ANJOS
+ IGOR BENTO SOARES
+ MIGUEL ALMENDEZ RODELA
+ YOHAN SOARES ROSA

Proposta:
Este trabalho apresenta estudo sobre o saneamento e tratamento hídrico da Vila de Paranapiacaba, localizada em Santo André, com intuito de se observar o desenvolvimento e as características do saneamento básico do local. Foi feito um levantamento embasado e uma pesquisa a partir da internet, referente à Vila de Paranapiacaba, e um levantamento de dados com base em um formulário desenvolvido pelo grupo para levantar opiniões da comunidade. Com essas informações foi produzido pôster sobre o modelo hídrico de Paranapiacaba com objetivo de conscientização e fins acadêmicos.

Link:
https://drive.google.com/file/d/105709o3e7UMvkmXACsuLuSVhe3jTlTvh/view?usp=sharing

ODS 15 – Vida terrestre
ODS 11 – Cidades e comunidades sustentáveis

Nomes: 
+ ANTÔNIO AUGUSTO PEREIRA BATISTA
+ BEATRIZ BERTOLATO RODRIGUES
+ BIANCA SCARDASI
+ PEDRO HENRIQUE PASQUALETTI

Proposta:
Nosso trabalho tem como tema principal o projeto de Construção do Porto Seco em Paranapiacaba, que foi anunciado em meados de 2018 e tem como objetivo construir um centro de logística na região. O que está gerando a movimentação contrária da população local e ambientalistas nas redes sociais, tentando alertar os riscos que esse investimento trará para a fauna e flora local e de como é uma área extremamente importante para Paranapiacaba. Nosso foco principal é analisar, estudar e entender o processo do projeto, seus pontos positivos e negativos, tentando ao final desenvolver uma comunicação em massa a fim de expor o que a construção do Porto Seco irá acarretar na questão ambiental em Paranapiacaba. Com as redes sociais mais utilizadas atualmente, dentre elas Facebook, instagram, twitter, G1 percebemos que havia um grande número de pessoas insatisfeitas com o projeto de porto seco. O levantamento de informações foi realizado principalmente das por meio das redes sociais a fim de averiguar a opinião pública, fizemos uma pesquisa no google Forms. Percebemos que as informações levantadas durante nossa pesquisa são de difícil acesso ao público em geral. Somente quem se interessa pelo assunto busca compreender sobre e se posicionar, os grupos das redes sociais são restritos e fechados para moradores das regiões locais. Por isso decidimos criar um poster e essa pesquisa, para que pudesse ser transmitido ao público informações verdadeiras com embasamento, de forma justa e neutra, sendo mais compreendida pela população em geral.

Link:
https://drive.google.com/file/d/10K3KMgD3OValKAr_kp4aHnHAZENxzPkb/view?usp=sharing

ODS 15 – Vida terrestre

Nomes: 
+ CRISTIANE ALVES DE FREITAS TEIXEIRA
+ GIOVANNA CRUZ PAMPLONA
+ KAUANE SOUSA DE MACEDO
+ STEPHANY SABRINA MARIQUITO DOS SANTOS
+ THAIS GUELERE SALARO

Proposta:

O Parque Natural Municipal Nascentes de Paranapiacaba (PNMNP) foi criado em junho de 2003, localiza-se no município de Santo André, dentro da região metropolitana de São Paulo, é uma das maiores reservas de Mata Atlântica do Brasil, representando somente 3% da vegetação original, a reserva abriga mais de 1180 espécies diferentes dentre eles mamíferos, aves, anfíbios, lagartos e serpentes. Portanto o Parque representa grande relevância na conservação do bioma Atlântico. Nesta apresentação serão conferidas as ameaças a biodiversidade do PNMNP ao longo do tempo. O foco do trabalho é chamar atenção à degradação do PNMNP e refletir sobre a importância de preservação deste território. O trabalho foi realizado através de pesquisas bibliográficas, dados oficiais da prefeitura de Santo André e censos do IBGE, informações de movimentos ambientais e pesquisa de opinião com moradores da região metropolitana de São Paulo a respeito desse contexto em Paranapiacaba. Com as informações obtidas foi produzido um pôster sobre o modelo hídrico para conscientizar a população.

PROFA. DRA. CARMEN BEATRIZ TAIPE LAGOS DA COSTA

Ciências Biológicas – 2 SEM B

ODS 03 – Saúde e bem-estar
ODS 04 – Educação de qualidade
ODS 15 – Meio Ambiente

Nomes: 
+ ARTHUR FERREIRA DOS SANTOS
+ DANIELLE REIS DE TORRES
+ IZABELLE RAMALHO FONSECA
+ THAINA MENDES GOBETTI
+ GUILHERME MEDINA
+ MARYANA DE MENEZES

Proposta:
As mudanças climáticas globais vem sendo um desafio para a qualidade de vida no planeta. O intuito desse produto é sensibilizar e alertar jovens e adultos sobre as principais causas e efeitos das mudanças climáticas; contribuindo para a conscientização e um novo olhar na perspectiva de conservação da biodiversidade. A construção do Blog foi baseada em pesquisas temporais e espaciais sobre o assunto, a partir de artigos científicos.

Blog:
https://ambientesos.weebly.com/

Instagram:
https://www.instagram.com/_s.o.s_ambiente_/

Facebook:
https://www.facebook.com/SOS-Ambiente-103304818635650/

ODS 15 – Meio ambiente
ODS 04 – Educação de qualidade

Nomes: 
+ CÍCERA G.R.B. AZEVEDO
+ YASMIM VITORIA VIEIRA DE MORAES
+ LAYSA CRISTINA DINIZ
+ THAINÁ MARQUESANI
+ ADRIANA NEUMAN

Proposta:
Atualmente, os impactos ambientais e socioeconômicos no Pantanal são muito evidentes, decorrentes da inexistência de um planejamento ambiental que garanta a sustentabilidade dos recursos naturais desse importante bioma. Ameaças a esse ambiente significam também o comprometimento da saúde desse ecossistema, já que moram nas águas a base da cadeia alimentar pantaneira. O objetivo é sensibilizar e conscientizar à população sobre os riscos que o bioma tem enfrentado nos últimos anos e sobre sua devastação. Trata-se de um recorte dos resultados de uma série de pesquisas realizadas sobre o Pantanal Matogrossense, focando nos impactos ambientais ocasionado pela ação do homem e suas consequências e transformando-las em informações multiplicadoras que conduzam à discussões sobre um novo olhar de participação da comunidade para a conservação desse bioma. Essa estratégia está disponibilizada por meio de midia digital ou Pod cast.

Link Apresentação:
https://drive.google.com/file/d/1ICZA-rHa936Pc9JIZDe5mqCCaudGbhX7/view?usp=sharing

ODS 15 – Meio ambiente
ODS 04 – Educação de qualidade

Nomes: 
+ GRAZIELLE WERNER
+ KAE REMOLI CAMPOS
+ CESAR NASCIMENTO MOURA
+ BEATRIZ BARRETO ALONSO

Proposta:

A extinção de uma diversidade de espécies da mata atlântica está bem documentada e seus respectivos nós críticos ou causas precisam ser conhecidos pela comunidade. O objetivo dessa estratégia é divulgar o papel ecológico de algumas espécies da biodiversidade desse bioma que, encontra-se em extinção. O Folder digital foi construído baseado em dados secundários e dados primários através de um questionário virtual sobre o assunto.

Link Folder:
https://drive.google.com/file/d/1wopM1Y2xMW31JsONdTUj0viZ2ELexoKl/view?usp=sharing

ODS 15 – Meio ambiente
ODS 04 – Educação de qualidade

Nomes: 
+ ISABELA VEIGA L. GONÇALVES

Proposta:
O objetivo dessa estratégia é promover a conscientização da população de forma abrangente e interativa. Para tanto foram identificados os nós críticos a partir de um questionário virtual, respondido tanto por jovens como adultos, ambos internautas; sobre o meio ambiente, com foco no bioma mata atlântica. Dentre as respostas, houve um perfil dos questionados que disseram estarem muito “preocupado/a” com a preservação do meio ambiente. Entretanto, outro contingente se mostrou até “totalmente alheia” as consequências de seus próprios atos. Isso nos motivou a sensibilizá-los precisando rever seus hábitos urgentemente. Ao decorrer da estratégia são citados os diversos fatores ecológicos relativos à preservação do bioma, sendo eles decorrentes de maneira indireta/direta pelo homem. O Folder também sensibiliza à população sobre os efeitos das queimadas, desmatamento e erosão na biodiversidade. Finalmente, um QR-code pronto para escaneamento está disponível, com uma atividade de reflexão sobre atividades cotidianas individuais.

Link Folder:
https://drive.google.com/file/d/1AfcsK6RosFGyCt38BqVfKdc-hb954WGd/view?usp=sharing

ODS 15 – Meio ambiente
ODS 04 – Educação de qualidade
ODS 12 – Consumo e produção responsáveis

Nomes: 
+ CIBELE TORRES
+ GIOVANNA PELAIS

Proposta:
O ecossistema aquático tem sofrido em decorrência do descarte de plástico nos rios e oceanos, ocasionando alterações na qualidade da água e consequentemente alterações morfológicas e no hábitat de diversos seres vivos. Assim, o objetivo desse projeto é divulgar os impactos ambientais que decorrem desse malefício para jovens e adultos. O Blog foi construído baseada na pesquisa de literatura científica sobre o assunto.

Link do Blog:
https://giovannapelais123.wixsite.com/oplasticonosoceanos

ODS 15 – Meio ambiente
ODS 04 – Educação de qualidade
ODS 03 – Saúde e bem-estar

Nomes: 
+ VANESSA LIMA
+ LIVIA CATISSI
+ LIVIA T. RODRIGUES
+ QUÉREN HAPUQUE DE CASTRO NOVELLI

Proposta:
O caramujo-gigante-africano, Achatina fulica é um molusco da classe gastropoda terrestre, de concha cônica marrom ou mosqueada de tons claros e nativo do leste-nordeste da África, foi introduzido no Brasil em 1983 visando ao cultivo e comercialização do escargot. O maior risco relacionado a este animal é relacionado a infecção causada pelo verme Angiostrongylus cantonensis, ocasionando a meningite eosinofílica ou angiostrongilíase cerebral. Esse caramujo está amplamente distribuído no Brasil. Nesse sentido, o intuito é sensibilizar e conscientizar sobre a importância das medidas preventivas, de controle e de vigilância, visando evitar impactos para a saúde pública. Trata-se de um levantamento bibliográfico sobre o assunto e a produção de um Folder digital que, vêm trazendo informações sobre educação ambiental e saúde.

Link do Folder:
https://drive.google.com/file/d/1QiVkVcPxdnjQc7RuzyjljeOWNSUHA5Yw/view?usp=sharing

ODS 15 – Meio ambiente
ODS 04 – Educação de qualidade
ODS 03 – Saúde e bem-estar

Nomes: 
+ MATHEUS SALDANHA FALCÃO

Proposta:
Diversas são as causas associadas à degradação ambiental e seus impactos. Torna-se necessária uma abordagem de assuntos pouco explorados e discutidos, com dados e informações científicas tais como; meio ambiente na grade curricular de cursos de graduação nas áreas de saúde; análise dos princípios de prevenção na abordagem da legislação ambiental brasileira; impactos ambientais, físicos, psíquicos e na saúde única, originários dos desastres de rompimento de barragens com resíduos de mineração ocorridos em Mariana, 2015 e Brumadinho em 2019; os riscos do degelo de geleiras e do permafrost quanto ao surgimento de doenças emergentes e reemergentes; o hábito do consumo de carne animal em dietas e o impacto no meio ambiente e por último como a redução da biodiversidade pode propiciar a emergência de endemias e pandemias. O objetivo é sensibilizar e incentivar jovens e adultos para o raciocínio crítico no tocante aos problemas ambientais e de saúde única. Baseada em dados secundários científicos, essa estratégia de intervenção consiste de uma mídia virtual ou Pod Cast.

Site:
https://anchor.fm/matheus-saldanha-falcao

Spotify:
https://open.spotify.com/show/3iACHT24GZHz9jPiT3ydH5

Link para o vídeo da oficina: https://drive.google.com/file/d/1vLuEqdDn_9PnfsVGCzEKZiskFNqk08tY/view?ts=611aaf29

ODS 15 – Meio ambiente
ODS 04 – Educação de qualidade
ODS 03 – Saúde e bem-estar

Nomes: 
+ JULIANA APARECIDA BEZERRA
+ LUCAS ALEXANDRE ARRAES DE ALMEIDA
+ HENRIQUE COTES
+ BRUNO VALLERIO

Proposta:
Indubitavelmente a humanidade está pagando um alto preço pela tentativa de distanciamento da natureza, associando o desenvolvimento não sustentável a ‘’ Evolução Humana’’ onde; a retirada de recursos é inesgotável e a idealização que o verdadeiro só pode ser atingido se houver grandes urbanizações. Grande Parte desta distancia humana e natureza, gerou grandes conflitos, medos e preconceitos infundados gerando de forma concomitante uma predação desenfreada de diversos animais e plantas, ocasionado desequilíbrio ecológico, também em áreas rurais. O objetivo dessa estratégia é sensibilizar à população a ter uma conscientização ecológica com efetiva modificação de hábitos. A intervenção consistiu numa oficina realizada junto às crianças e adultos visando a conscientização bem como conhecimento do manejo adequado de animais silvestres pois, também é uma parte importante no que tange a Educação ambiental e combate ao tráfico de animais.

Link para o Ebook: https://drive.google.com/file/d/1U78piJl4WdnIzK-xBtN3Bs4mhuePSrDy/view?usp=sharing

ODS 15 – Meio ambiente
ODS 04 – Educação de qualidade

Nomes: 
+ LETICIA DE OLIVEIRA CANEDO

Proposta:
Uma visão do fogo como fator ecológico precisa ser abordado junto à comunidade, salientando os efeitos decorrentes para a biodiversidade no Cerrado. De acordo com a literatura, há uma distribuição temporal e espacial dos efeitos que necessitam ser socializados. A partir de uma pesquisa descritiva no formulário do google foi possível concluir que, embora os participantes saibam que as queimadas no Cerrado têm efeitos que degradam ao ambiente e às espécies, eles não conhecem os aspectos específicos deste Bioma que se relacionam com as queimadas. Tendo em vista isso, é necessário medidas educativas, como a Educação Ambiental, que promovam à conscientização das pessoas sobre os efeitos das queimadas e seus aspectos positivos e negativos específicos e característicos no Bioma Cerrado. Assim, o objetivo desse E-book é sensibilizar à comunidade sobre as causas e efeitos das queimadas nesse bioma.

COORDENADOR: PROF. CELSO RAMOS DE OLIVEIRA

PSICOLOGIA 1º SEM B

ODS 10 – Redução das desigualdades

Nomes: 
+ ISABELLA NASCIMENTO DEBORTOLI
+ KAYLANE GIOVANI ARAUJO
+ THAIS DA SILVA GUILHERME

Proposta:
Vamos fazer um levantamento histórico sobre a interação dos moradores com pessoas de fora da Vila Histórica, na época em que era uma vila ferroviária, quanto ao gênero, naturalidade, para uma introdução ao tema. Esse projeto tem como objetivo a criação de uma página no Instagram para divulgar conteúdos sobre desigualdade social na Vila Paranapiacaba e entrevista com uma moradora da vila, formada em Psicologia. Na entrevista, será questionado qual é a visão dela sobre a desigualdade social na Vila de Paranapiacaba e como os moradores lidam com isso. Foi elaborado uma página no Instagram com a intenção de divulgar o trabalho. Com essa ferramenta tivemos a oportunidade de conhecer moradores que auxiliou o desenvolvimento do trabalho e permitiu a divulgação sobre as desigualdades sociais na vila de Paranapiacaba.

Link da entrevista: https://drive.google.com/file/d/1zqOGLC1Nb_gCpMslHtu3ktoIaQTOPA1R/view?usp=sharing

Link do Instagram: https://www.instagram.com/paranapiacaba.fsa/

ODS 08 – Trabalho decente e crescimento econômico

Nomes: 
+ CAMILA ELIZABETH GOMES DE CAMPOS JARDIM
+ ISABELE FACCINI SANTOS
+ JANAINA QUEIROZ CORREIA
+ LUANA ROCHA MOTA

Proposta:

Levantar as subdivisões que as associações da Vila Paranapiacaba possuem, e a contribuição para o conhecimento e promoção do ecoturismo, expondo ao público-alvo informações e dados através de questionários, pesquisas e plataformas digitais. O levantamento de informações detalhadas sobre as associações da Vila Paranapiacaba foi realizado em sites pertinentes e entrevistas com monitores.  As entrevistas foram feitas através de e-mail e de forma dissertativa. As associações observadas, possuem um papel de grande importância na comunidade, e atuam na promoção de demandas da comunidade. A pesquisa sobre o número de associações apontou e classificou as suas subdivisões. Sendo assim foi possível identificar que a atividade foi significativa para a comunidade, trazendo informação sobre suas atividades.

Link: https://drive.google.com/file/d/1meElCro5LmGM4AKjK0gmvYRiOQfJQtn0/view?usp=sharing

(11) 4979-3300

fale com nossa equipe

(11) 4979-3333

entre em contato por WhatsApp

  • Opens in a new tab
  • Opens in a new tab
  • Opens in a new tab
  • Opens in a new tab

© 2021 | Fundação Santo André