O que é a CPA?

A Comissão Própria de Avaliação (CPA) é responsável pela avaliação interna da Fundação Santo André, abrangendo alunos, professores e demais funcionários. A partir dos resultados desta avaliação, a CPA propõe e acompanha ações de melhoria contínua para a Fundação Santo André como um todo. Todas as atividades da CPA seguem as diretrizes mencionadas na Lei n. 10861/2004 e demais instrumentos legais disponíveis aqui.

Sua importância

Além de conduzir os processos de avaliação interna da FSA conforme os requisitos do MEC, as informações geradas pela CPA são essenciais para o credenciamento e recredenciamento dos cursos da FSA.

Paralelamente, os resultados das avaliações promovidas pela CPA auxiliam os gestores e demais lideranças da FSA a promoverem  melhorias contínuas em seus cursos, infraestrutura e procedimentos.

Selo CPA

Fale com a CPA: cpa@fsa.br

Integrantes

DOCENTES 
Profa. Mariana Marques – FAFIL (coordenação)
Prof. Samuel André de Oliveira Neto – FAECO 
Prof. Carlos Alberto Pellegrini – FAECO
Prof- Jefferson Afonso Lopes de Souza – FAENG
Prof. Nivaldo Palmeri – FAENG
Prof’. Marlene Buena Zola – FAFIL 

FUNCIONÁRIOS TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS
Sr. Diogo Augusto Veri 
Sra. Thais Caroline Ramos
Sra. Patricia Pucci Cavalheiro

DISCENTES
Sra. Rafaela Fernanda de Lima – FAECO
Sra. Heloisa Farias Fernandes da Cruz – FAENG
Sra. Aline Silva Fideles – FAFIL 

SOCIEDADE CIVIL ORGANIZADA
Sr. Márrison Pedro de Camargo
Conselho Municipal de Educação Santo André

Conheça o Plano de Desenvolvimento Institucional (2017 - 2021)

O Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) é o instrumento de planejamento e gestão que considera a identidade da Instituição de Ensino Superior, no que diz respeito a sua filosofia de trabalho, a missão a que se propõe, as diretrizes pedagógicas que orientam suas ações, a sua estrutura organizacional e as atividades acadêmicas que desenvolve e/ou pretende desenvolver. Plano de Desenvolvimento Institucional (2017-2021).

Conheça o Projeto de Auto-Avaliação Institucional (2019-2021)

O projeto de avaliação institucional do CUFSA contempla as 10 (dez) dimensões de autoavaliação institucional, definidas pela Lei nº 10.861/2004 e o Plano de Desenvolvimento Institucional. Projeto de Auto Avaliação Institucional.


Nos termos do artigo 11 da Lei nº 10.861/2004, que institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – Sinaes, toda instituição de ensino superior pública ou privada, deve constituir uma Comissão Permanente de Avaliação – CPA.

A CPA é responsável pela condução dos processos de avaliação internos da instituição, sistematização e prestação das informações solicitadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – INEP, obedecendo às diretrizes mencionadas na Lei n. 10861/2014.

Os processos de avaliação conduzidos pela CPA subsidiam o credenciamento e recredenciamento de Instituições de Ensino Superior – IES, bem como o reconhecimento e renovação de reconhecimento de cursos oferecidos pela Instituição.

A CPA é composta por:

  • seis representantes do corpo docente;
  • três representantes do corpo discente, regularmente matriculados;
  • três representantes do corpo técnico-administrativo;
  • um representantes da comunidade externa.

Segundo a Lei Federal 10.861/2014 a Comissão Própria de Avaliação – CPA, constituída pela Portaria da Reitoria 259/16 e nº 127/17, possui autonomia no exercício de suas funções.

A CPA tem as seguintes atribuições:

  1. elaborar e implementar o projeto interno de avaliação institucional;
  2. definir sua metodologia de trabalho, salvo nas matérias já disciplinadas pelo MEC/SESu;
  3. elaborar processos de avaliação periódica que contemple a análise global e integrada do conjunto de dimensões, estruturas, relações, compromisso social, atividades, finalidades e responsabilidades sociais da gestão;
  4. dar publicidade a todas as etapas do processo de avaliação;
  5. sistematizar as informações resultantes dos processos de avaliação e divulgar relatórios parciais e integrais, de acordo com as orientações da CONAES;
  6. sistematizar e prestar informações solicitadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – INEP, no âmbito do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – Sinaes.

A avaliação interna deverá atender ao disposto do artigo 3º da Lei 10.861/2004, podendo ter a indicação de outras dimensões institucionais, considerando a especificidade da Instituição.
As dimensões obrigatórias são:

  1. a missão e o plano de desenvolvimento institucional;
  2. a política para o ensino, a pesquisa, a pós-graduação, a extensão e as respectivas formas de operacionalização, incluídos os procedimentos para estímulo à produção acadêmica, as bolsas de pesquisa, de monitoria e demais modalidades;
  3. a responsabilidade social da instituição, considerada especialmente no que se refere à sua contribuição em relação à inclusão social, ao desenvolvimento econômico e social, à defesa do meio ambiente, da memória cultural, da produção artística e do patrimônio cultural;
  4. a comunicação com a sociedade;
  5. as políticas de pessoal, as carreiras do corpo docente e do corpo técnico administrativo, seu aperfeiçoamento, desenvolvimento profissional e suas condições de trabalho;
  6. organização e gestão da instituição, especialmente o funcionamento e representatividade dos colegiados, sua independência e autonomia na relação com a mantenedora, e a participação dos segmentos da comunidade universitária nos processos decisórios;
  7. infraestrutura física, especialmente a de ensino e de pesquisa, biblioteca, recursos de informação e comunicação;
  8. planejamento e avaliação, especialmente os processos, resultados e eficácia da auto avaliação institucional;
  9. políticas de atendimento aos estudantes;
  10. sustentabilidade financeira, tendo em vista o significado social da continuidade dos compromissos na oferta da educação superior.

(11) 4979-3300

fale com nossa equipe

(11) 4979-3333

entre em contato por WhatsApp

© 2018 | Fundação Santo André